Carnaval 2019: Agenda dos blocos gays de São Paulo

O carnaval de rua de São Paulo está cada ano atraindo mais foliões. Assim como no Rio (clique no link para ver a agenda), a capital paulista também oferece uma boa agenda de blocos gays de São Paulo. Para você cair na folia e se divertir com toda liberdade, listamos abaixo a agenda para você programar e chamar os amigos!

VAI VIAJAR? FAÇA A SUA RESERVA DE HOSPEDAGEM CLICANDO AQUI
Ao fazer a reserva da sua hospedagem através dos links do Booking.com que estão no site nós recebemos uma pequena comissão. Com isso podemos continuar produzindo conteúdo gratuito pra vocês. Mas fique tranquilo que você não paga nada mais por isso!

23 de fevereiro (sábado)

10h – Um dos endereços que mais recebe os blocos gays de São Paulo, a Rua Augusta abre o sábado com Bloco Não Fica Boba. Esse será o segundo ano do bloco, que terá DJs e Fatima FastFood como atrações.

11h – Um dos blocos gays do Rio anima o pré-carnaval paulista na Avenida Brigadeiro Faria Lima. O Sargento Pimenta une Beatles ao ritmo de carnaval.

12h – Desde 2013 o Casa Comigo é um dos blocos gays de São Paulo mais animados. Ele também acontece na Avenida Brigadeiro Faria Lima e costuma ficar lotado de noivas e noivos.

13h – Pelo segundo ano o Bloco de Carnaval Lunática anima o pré-carnaval de São Paulo. O evento que acontece na Praça Ouvidor Pacheco e Silva terá como atração em 2019 Kaya Conky.

13h – Tem estreia entre os blocos gays de São Paulo, em mais uma festa que lança o seu bloco. O Bloco Kevin faz seu aquecimento na Rua Alvares de Carvalho, no Centro. O dresscode é liberado, mas espere muita gente com couro e afins.

13h – Um dos sites mais acessados pelo público gay, o Papel Pop, também marca presença na agenda dos blocos gays de São Paulo. Claro que muita música pop é o que agitará os foliões no Bloco Pop Como Te Gusta.

14h – A Rua dos Pinheiros recebe o pré-carnaval do Ritaleena, bloco criado em 2014 para homenagear Rita Lee e a própria cidade de São Paulo.

14h – Criado pro produtores culturais que queriam curtir o carnaval, o Me Fode que Sou Produção sai da Rua Gravataí, quase esquina com a Praça Roosevelt.

14h – Organizado pelo Museu da Diversidade Sexual, o Bloco Será Que é agita o pré-carnaval de São Paulo na Rua Augusta, local de maior fervo gay na cidade durante os dias de folia.

15h – O carnaval de Salvador também está conhecido pelos seus blocos gays (clique no link para ver a agenda) e um dos mais famosos agita o carnaval de São Paulo no fim de semana que antecede a folia. O Pipoca da Alline Rosa será na Avenida Marquês de São Vicente, na Barra Funda.

15h – Outa estreia na lista dos blocos gays de São Paulo é o A Madonna Tá Aqui, que acontece na Rua Boa Vista. Claro que as músicas da rainha pop serão o grande atrativo, ainda mais em batidas bem brasileiras.

15h – O Largo do Paissandú recebe o Bloco da Batekoo. Conhecido por ser dos blocos gays de São Paulo o mais politizado, a é entender o carnaval não apenas como um fervo, mas como um espaço político de afirmação de corporalidades. Corpos negros e LGBTs para lembrar as origens negras que a festa sempre possuiu marcam o evento.

15h – No ano em que todos paramos para ver a biografia de Freddie Mercury nas telas do cinema, o Bloco Queen Magia promete ser um dos mais disputados blocos gays de São Paulo. O bloco que sai na Avenida Ipiranga, no centro, relembra sucessos mundiais da banda Queen com versões antropofágicas e carnavalescas.

15h – Como todo ano, o Sereianos leva o fundo do mar para o carnaval de São Paulo. Sereias, tritões e outras criaturas marítimas vão encher a Rua Ipiranga de glitter e balançar a cauda ao som de pop e hits do funk.

16h – Com glitter e muita música, o Desculpa Qualquer Coisa volta com o bloco feito para mulheres que se relacionam com mulheres. O desfile acontece na Rua Augusta, esquina com a Peixoto Gomide.

17h – O Bloco Chernobyl ainda não divulgou os detalhes, mas está agendado para sair às 17h, na Avenida Ipiranga, no centro de São Paulo.

18h – Para quem curte um carnaval mais tecno, esse certamente é um dos blocos gays de São Paulo que você vai mais curtir. Ao lado do Theatro Municipal acontece o Bloco das Putas Vampiras.

24 de fevereiro (domingo)

12h – A região do Tiradentes recebe o Blocos Localiza aí BB que desfila como muito glitter no carnaval de São Paulo. A concentração é na Avenida dos Metalúrgicos.

12h – São 19 anos de folia, sendo um dos mais tradicionais blocos gays de São Paulo. O Largo do Arouche recebe a Banda do Fuxico, que nasceu para da visibilidade a comunidade LGBT para os foliões que não fazem parte dela.

13h – Um dos mais famosos blocos de carnaval do Rio chegou em São Paulo. Pelo segundo ano, o Monobloco arrastará uma multidão de foliões na Praça Armando de Sales Oliveira, no Ibirapuera.

14h – Muitas festas gays estão se transformando em blocos gays de São Paulo. É o caso também do Chacoalha Bixona, que sai na Rua Dona Veridiana, na Consolação.

14h – Com mais de 10 anos, a festa Chá da Alice resolveu levar todo o pop para a rua da cidade com o seu Bloco Chá da Alice. A Avenida Brigadeiro Faria Lima recebe o desfile pré-carnaval de um dos blocos gays de São Paulo mais disputados.

14h – Pelo terceiro ano consecutivo, a Gambiarra sairá de uma casa noturna e invadirá as ruas da Cidade de São Paulo em um trio elétrico, renovando pelo segundo ano a parceria com Tiago Abravanel. O Bloco Gambiarra será na Avenida Brigadeiro Faria Lima, em Pinheiros.

15h – Mais um dos blocos gays de São Paulo inspirado nas mulheres, o Siriricando foi construído por e para mulheres que amam as suas (e outras) vaginas. O evento acontece no Largo do Arouche.

15h – Uma das principais drag queens da cidade leva sua folia no pré-carnaval de São Paulo para a Rua Vieira de Carvalho, no Centro. O Bloco da Salete Campari terá muitos convidados especiais.

16h – O Acadêmicos do Baixa Augusta é para obrigatória para quem quer curtir o carnaval gay de São Paulo. O desfile que acontece na Rua da Consolação vai comemora os 10 anos do bloco gay de São Paulo que se tornou o maior da cidade, com um público de mais de um milhão de pessoas.

OS MELHORES CAMAROTES PARA ASSISTIR O DESFILE DAS ESCOLAS DE SAMBA DE SÃO PAULO

02 de março (sábado)

11h – Famosa festa carioca que invadiu outras cidades brasileiras e do mundo, a Treta traz pela primeira vez para o carnaval de São Paulo o Bloco da Treta. A folia acontecerá na Rua Oscar Freire.

12h – Se você curte carnaval brega essa é a sua escolha de blocos gays de São Paulo. Desde 2014 o BregsNice tem na trilha sonora muita música brega e este ano convidou ninguém menos que Sidney Magal para animar a folia.

13h – Se o Agrada Gregos é um dos blocos gays de São Paulo mais famosos, esse ano promete ser ainda mais animado com a presença de Gretchen. O desfile será na Avenida Marquês de São Vicente, na Barra Funda.

13h – A Rua Álvares de Carvalho, no centro, promete muitos fetiches de couros, jockstrap e afins no desfile oficial do Bloco do Kevin, que veio para causar no carnaval de São Paulo. A atração principal é Lia Clark, mas tem muita gente curiosa é com o prometido Dark Room.

13h – Eles anunciaram o retorno para uma série de shows este ano. Sandy e Junior, dupla que embalou a infância/adolescência de muitos inspira o Samby e Junior, com muito som da década de 90, que acontece no Largo do Arouche.

14h – Com muito pop nacional e internacional das maiores divas, o MinhoQueens vai fazer todo mundo rebolar em cima do salto na Praça da República por mais um ano.

16h – O Animalia é um bloco fixo, no Coreto da Praça da República. O bloco celebra a diversidade dos corpos e suas formas de existência tão particulares e únicas, usando de diálogos entre imagem, som e performance para dissipar o movimento pelas ruas.

03 de março (domingo)

11h – Ela pode até não ir, mas você certamente vai no Bloco Domingo Ela não Vai, dedicado ao melhor do axé music dos anos 90. A folia em ritmo bem baiano acontece na Avenida Marquês de São Vicente, na Barra Funda.

13h – O Largo São Bento, recebe o Bloco Pop Como Te Gusta, organizado pelo site Papel Pop, para uma folia animada pelos grandes sucessos das divas pop do Brasil e do mundo.

13h – Famosa festa LGBT da Zona Leste estreia entre os blocos gays de São Paulo com o Helipta LGBT+, que acontece no Largo do Arouche.

14h – A Rua Borges de Figueiredo, na Mooca, recebe o desfile oficial do Ritaleena. Os fãs de Rita Lee se jogam em clima de carnaval com os grandes sucesso da cantora que é a cara da cidade.

14h – O desfile oficial do Bloco do Chá da Alice no carnaval de São Paulo acontece na Avenida Tiradentes, no centro. Se jogue em um dos mais disputados blocos gays de São Paulo.

15h – Formado pela fundação Ação Brotar pela Cidadania e Diversidade Sexual, o ABCD’s Queen’s invade a Rua Augusta com plumas, glitter, perucas gigantes, saltos altos e muito brilho.

15h – Os blocos MinhoQueens e Meu Santo É Pop se uniram para animar ainda mais o carnaval de São Paulo. A Rua Augusta terá muita música pop com o Meu Santo é MinhoQueens.

17h – Gloria Gloove leva pela primeira vez para o carnaval de São Paulo o Bloco das Gloriosas, que acontecerá na Avenida Ipiranga.

04 de março (segunda)

11h –  A Avenida Tiradentes recebe o Love Fest, um bloco que reúne alguns dos principais blocos gays de São Paulo. O evento também tem shows.

15h – Mais uma festa leva seus DJs para animar o carnaval gay de São Paulo. O Maybe Bloco acontece na Avenida Tiradentes, no centro da cidade.

05 de março (terça)

09h – Buscando proporcionar e fomentar encontros libertários a partir da libertinagem e das liberdades sexual e de expressão, o bloco Pirikita em Chamas vai sair no carnaval de São Paulo pela primeira vez. Será na Praça Rotary, no centro.

14h – Os heterossexuais também são mais do que bem-vindos no Bloco do Sai, Hétero!, uma festa cheia de divas pop e muito funk. Fundado em 2016 é um dos mais queridos blocos gays de São Paulo até porque acontece na Rua Augusta, principal point gay do carnaval de São Paulo.

14h – Os organizadores do MinhoQueens estreia mais um bloco gay em São Paulo. O Bloco da Mama terá sua concentração na Praça Marechal Deodoro, nos Campos Elísios.

15h – A Rua Augusta recebe o Bloco da Salete Campari, uma das drag queens mais icônicas da cena gay de São Paulo. A organização não revelou mais detalhes.

16h – A Avenida Tiradentes receberá o Bloco da Pabllo. Apesar da organização ainda não ter revelado mais detalhes, obviamente Pabllo Vittar será a principal atração.

17h – A Rua Dona Veridiana, no centro da cidade, recebe o Pankadona, mais um dos blocos gays de São Paulo que animam o carnaval na cidade.

CONFIRA A AGENDA DOS PRINCIPAIS BLOCOS DE SÃO PAULO CLICANDO AQUI

09 de março (sábado)

13h – O Meu Santo É Pop vai tomar o Largo do Arouche para levar mais um bloco com o melhor da música pop. Muita animação para quem quer curtir o carnaval de São Paulo.

13h – Em mais um ano, o Siga Bem Caminhoneira para a rua para garantir um carnaval seguro e sem preconceitos para mulheres lésbicas e bissexuais na Rua Treze de Maio, na Bela Vista.

13h – Um dos mais conhecidos blocos gays, o Bloco da Preta desfila mais uma vez no carnaval de São Paulo. Preta Gil recebe convidados na Avenida Pedro Alvares Cabral, no Ibirapuera.

14h – Pelo terceiro ano consecutivo, o CarnaVibe desfila pela Rua Augusta prometendo agitar a ressaca de carnaval dos blocos gays de São Paulo.

15h – A festa Catuaba foi para as ruas da cidade em formato de bloco de Carnaval com muito glitter e música. O Bloco da Catuaba acontece na Rua Augusta, na Consolação.

15h – O endereço mudou, agora será na Avenida Tiradentes, mas um dos blocos gays de Salvador mais disputados estará na ressaca de carnaval de São Paulo pelo segundo ano. Sob comando de Claudia Leitte, o Bloco Largadinho é um dos maiores blocos gays de São Paulo.

17h – O Largo do Arouche recebe o Bloco da Diverisade, dos mesmos organizadores da Parada Gay de São Paulo (a maior do mundo). Este será o sexto ano de desfile do bloco no carnaval de São Paulo.

19h – Um dos blocos gays do Rio mais famosos, o Minha Luz é de Led anima a ressaca de carnaval de São Paulo. A Praça Dom José Gasper vai brilhar com muita luz e glitter.

10 de março (domingo)

13h – Outra estreia entre os blocos gays de São Paulo será o Bloco Lexa Sapequinha, que acontece na Avenida Tiradentes.

15h – A Pipoca da Rainha já está no Guiness Book (o livro dos recordes) como a maior pipoca do planeta. Comandando por Daniela Mercury, o bloco vai levar todo o seu poder do axé baiano para a Rua da Consolação no encerramento do carnaval de São Paulo.

* informações divulgadas pelos organizadores

Leia também:

A agenda dos blocos gays do Rio

Sapucaí terá camarotes gays para Desfile das Escolas de Samba

Olinda recebe festa gay durante o carnaval