Um dia pelo centro de Engelberg e Monte Titlis

Se você estiver em Lucerna, reserve um dia para conhecer Engelberg, uma cidade suíça pequena e muito charmosa. Além de aproveitar a estação de inverno no Monte Titlis, passe uma noite na cidade, para poder conhecer seu centrinho e atrações. Por isso, preparamos esse roteiro em Engelberg para que você possa aproveitar o melhor da cidade em um dia.

Muitos turistas visitam a cidade apenas em um bate-volta a partir de Lucerna, mas eu recomendo que faça um pernoite em um dos hotéis da cidade para conseguir conhecer um pouco mais do que ela tem a oferecer. São vários hotéis de até quatro estrelas (em breve a cidade receberá um cinco estrelas), sendo que ficamos no Hotel Terrace a convite do órgão de turismo Engelberg/Titlis.

estacao de trem engelberg

Para chegar à cidade, o ideal é sair da estação de trem em Lucerna, que em 45 minutos já estará na estação de Engelberg. Se você estiver portando o Swiss Travel Pass, este trecho também está incluído no passe. Quando cheguei em fevereiro de 2017, estava nevando ainda, aproveitei para subir o Monte Titlis e curtir as atividades da estação de esqui ainda com bastante neve. Se você chegar logo cedo como eu, por volta das 10h da manhã, conseguirá ainda explorar o centrinho da cidade no mesmo dia.

Após passar o dia na montanha a mais de 3.000 metros de altura, o ideal é prosseguir com o roteiro em Engelberg, visitando o Monastério Beneditino e a queijaria que fica em seu terreno. Além de conhecer como vivem os monges, você pode ver de perto o maior órgão da Suíça, presente na igreja do monastério.

Outra atração da cidade, ainda na rua principal, a Dorfstrasse, é o Tal Museum Engelberg (TME), localizado onde era uma casa de fazenda de 1786, que hoje exibe um acervo histórico da região, incluindo objetos monásticos, coleção de turismo e esporte de inverno. O museu abriu em 1988 e dependendo da época também abriga exibições temporárias. Infelizmente o museu estava fechado, já que o horário de inverno é mais reduzido e não pudemos conhecer seu interior.

Tal Museum

Em frente ao museu, aproveite para jantar no Alpenclub, um restaurante pertencente ao hotel de mesmo nome. O restaurante está no mesmo local desde 1875, quando possuía apenas seis mesas e servia pratos menos variados que hoje. O cardápio atualmente conta com opções como saladas, tartares, carnes de diversos tipos e o tradicional fondue de queijo, que foi nossa opção, acompanhado de um vinho branco suíço, Fechy Mon Pichet Jacques Pelichet. A panelinha vem à mesa acompanhada de uma cesta de pães para mergulhar no delicioso queijo ainda fervente. Foi super especial.

Quem preferir, o Alpenclub possui um forno a lenha para assar pizzas de diversos sabores, com massa preparada na hora pelo pizzaiolo. Fiquei tentado a provar, mas como o fondue foi muito bem servido, acabamos escolhendo apenas a sobremesa, que foi o delicioso mousse de chocolate, servido de uma forma totalmente especial e bem apresentada. Valeu muito a pena e o custo não foi alto, por isso recomendo fortemente.

alpenclub engelberg

Se ainda sobrar tempo, dê uma passeada pela Dorfstrasse onde estão várias lojas de roupas, mas o que me chamou atenção foi uma loja que vende diversos tipos de café e uma loja de vinhos que adorei. Além da dona da loja ser uma simpatia, ela nos deu uma aula sobre os vinhos suíços, uvas e regiões de produção. Trouxe quatro garrafas para o Brasil, duas de tinto e duas de branco de regiões diferentes da Suíça.

centro de engelberg

A cidade em si é bem calma, com poucos moradores, as crianças brincam no parque, mesmo coberto de neve. Me deu vontade de ficar mais tempo para aproveitar os outros restaurantes de Engelberg que me pareceram igualmente interessantes. Numa próxima ida a Suíça, sem dúvida passarei mais uma vez por Engelberg, aproveitando para conhecer o museu.

Em Engelberg contamos com apoio do Escritório de Turismo Engelberg/TITLIS e com a conexão do Mysimtravel. Na Suíça, nos deslocamos de trem usando o Swiss Travel Pass cedido pelo Swiss Travel System.