Um roteiro por Viena, a cidade de Mozart e Sissi

Capital da Áustria, Viena é considerada a cidade de Mozart e Sissi. O primeiro, grande compositor, enquanto a segunda, importante figura política na época dos Habsburgos. Um roteiro por Viena deve incluir uma visita a casa desses dois ícones, mas também a outros locais igualmente interessantes.

Com voos diretos de diversas cidades da Europa e de outros continentes, Viena é facilmente acessada de avião. Contudo, quando estive na cidade, utilizei a malha ferroviária saindo de Praga, no trem da companhia austríaca ÖBB. Os bilhetes emitidos pela Sparschiene Österreich e Sparschiene Europa são uma maneira particularmente acessível de viajar. Como esses bilhetes são liberados em blocos, eles devem ser reservados o mais cedo possível (até seis meses antes da partida).

Falando em Sissi, você certamente encontrará muitas pelas ruas do centro de Viena, o que às vezes se torna até um pouco inconveniente. Mas para vivenciar mesmo o espírito do império austríaco, é preciso separar um dia para conhecer o Palácio de Schönbrunn. Foi lá que Sissi viveu e além de fazer o tour audio-guiado pelo interior do palácio, se perca pelos jardins, onde estão o Jardim Zoológico de Viena, o Labirinto de planta, os Jardins Privados de Meidling, entre diversas esculturas e construções de importância histórica.

mozarthaus viennaEnquanto Schönbrunn servia como residência imperial de verão para os Habsburgos, o Palácio Imperial de Hofburg era a residência oficial. Localizado no centro de Viena, as visitações incluem conhecer o Sisi Museum, totalmente dedicado à imperatriz. Contudo, as atrações no centro de Viena vão muito além do Palácio de Hofburg. Talvez a mais emblemática seja a catedral dedicada a Santo Estevão, Stephansdom, apesar de eu ter achado a Karlskirche – igreja dedicada a São Carlos Borromeo mais bonita. Com tempo, separe uma noite para assistir um espetáculo na memorável Ópera Viena. Vale consultar a programação e comprar o ingresso no escritório de Turismo que fica na Albertinaplatz. E como disse acima, a cidade respira Mozart e uma atração imperdível é visitar a casa que foi do compositor, Mozarthaus Vienna.

Em contato com a natureza, aproveite para caminhar pelo Stadtpark e por ali, mais uma vez a música clássica invadirá seu roteiro, já que o parque abriga esculturas em homenagem a grandes compositores, como Strauss e Schubert. E falando em natureza, por que não aproveitar um momento à beira de um dos rios mais famosos da Europa, o Danúbio? Não tão azul como a música diz, durante o verão é comum que os turistas e vienenses dividam espaço à beira do rio para pegar sol, tomar um drink e aproveitar o calor, que é bem forte na cidade nessa época. Uma sugestão é conhecer o Motto am Fluss, que fica na Schwedenplatz. Como se fosse uma lancha pairando pelo Danúbio, o local funciona como uma estação de ancoradouro para o Liner Twin City, onde funciona um restaurante no primeiro andar. Os móveis lembram o estilo veneziano dos anos 50: bancos e mesas com pernas angulosas e finas, típicas da época. No segundo andar está o Café Motto, juntamente com um grande terraço. Menus fixos são oferecidos na hora do almoço, mas é ótima opção para tomar um drink ou até café da manhã.

danubio viena

Outra personalidade muito famosa em Viena é Sigmund Freud. Um pouco mais afastado do centro, o consultório onde o psicanalista atendia seus pacientes, hoje se transformou em um museu aberto à visitação. Aproveite a ida até lá e conheça outras atrações fora do centro de Viena, como a Igreja Votiva e o Rathaus, a Prefeitura de Viena. Em direção oposta, mas ainda afastado do centro, está um dos parques de diversão mais famosos da Europa, o Prater. É lá que está a icônica roda gigante que já apareceu em filme de James Bond e o museu de cera Madame Tussauds.

Sobrando tempo, aproveite a proximidade entre Viena e Bratislava e faça um bate-volta para conhecer a capital da Eslováquia. Várias empresas vienenses oferecem esse bate-volta até a Bratislava. No que eu escolhi, fui até lá de ônibus e voltando de barco pelo Danúbio, que acabou se tornando um super programa, além claro do tour pela cidade. Esse roteiro por Viena certamente será melhor aproveitado se feito em pelo menos 3 dias, porém, 4 dias seria o ideal para percorrer tudo com calma.